Com o lançamento de Tekken 8 se aproximando, marcando mais um capitulo da franquia de longa data, junto a mais uma evolução. A série Tekken é uma das principais do gênero de luta, tendo estreado em 1994 nos fliperamas e chamando atenção pelo seus personagens estilosos, gameplay inovador e gráficos.

Cada novo capitulo de Tekken marcava uma constante evolução, bem como levando os consoles da época, principalmente o PlayStation ao seu limite. Eis aqui um roadmap de todo os anos do Torneio do Rei do Punho de Ferro até os dias de hoje, com Tekken 8.

Tekken: Origens de punho de ferro

Tekken | Lançamento nos EUA: 1995 | PlayStation

Depois de um ciclo bem-sucedido nos fliperamas, Tekken estreou nos consoles com o PlayStation original. Lançado dois meses depois da estreia do console, Tekken imediatamente refletiu seu sucesso inicial no mundo dos consoles domésticos.

Logo de cara, aqui é possível reconhecer o que viria a ser a base para toda a série. O foco em quebrar os limites do hardware com gráficos detalhados e 60 quadros por segundo fez dele um jogo essencial com um esquema de controles fácil de aprender, mas difícil de dominar, de dois botões de soco e dois de chute, que a série ainda utiliza e que fez do jogo um sucesso competitivo e casual em lares de todo lugar.

E quem pode esquecer a lista de participantes mais que memoráveis que a experiência do PlayStation tornou ainda mais notável? O jogo contava com cenas pré-renderizadas, e os jogadores podiam desbloquear subchefes como o Armor King e o chefe final, Heihachi, como personagens jogáveis.

Mesmo estando já há um ano nos fliperamas, Tekken foi igualmente elogiado nos consoles. Logo, continuar a série por anos no futuro foi uma escolha fácil para a Bandai Namco Entertainment.

Tekken 2: Refinando a fórmula

Tekken 2 | Lançamento nos EUA: 1996 | PlayStation

Tekken 2 chegou aos fliperamas em 1995 e aos consoles PlayStation mais uma vez em 1996. Enquanto o original firmou as bases para a série, as adições desta continuação a tornam imediatamente mais reconhecível aos fãs. 

Jogadores foram recebidos com um salto de 17 para 25 personagens jogáveis, incluindo novatos como Bruce, Roger e Jin Kazama. Muitos desses personagens vieram equipados com novas mecânicas de batalha, como esquivas laterais únicas, arremessos em série, arremessos para trás e ataques reversos especiais. Houve também a adição de novos modos essenciais, como Time Attack, Team Battle, Survival e Practice. Esses recursos levaram Tekken a novos patamares, tornando Tekken 2 um dos jogos mais vendidos no PlayStation.

Este título também marcou o começo do reinado de Kazuya como o vilão da série, e o final insinuou o futuro de Jin como protagonista.

Tekken 3: Um pouco mais familiar

Tekken 3 | Lançamento nos EUA: 1998 | PlayStation

Tekken voltou com outro sucesso no PlayStation em Tekken 3. Personagens marcantes como Jin, Eddy Gordo, Xiaoyu, Bryan Fury, Hwoarang, Law e Julia se juntaram ao elenco. 

A maior adição aqui veio na forma de mudanças no movimento, como a redução na altura dos saltos. Arremessos e esquivas laterais também foram adicionados,além de movimentos que podem ser executados durante uma esquiva lateral. Vários lutadores receberam acesso a golpes reversos, e certos personagens obtiveram combos de arremesso. Isso deixou Tekken muito mais próximo do título que vemos agora.

Assim como em Tekken 2, a versão de PlayStation teve modos exclusivos, fazendo de Tekken 3 a estreia do minijogo de briga Tekken Force e de Tekken Ball, que lembrava vôlei.

Tekken Tag Tournament: Diversão de 2 contra 2

Tekken Tag Tournament | Lançamento nos EUA: 2000 | PlayStation 2

Tekken estreou no PlayStation 2 com o primeiro título da série spin-off Tekken Tag Tournament. Dessa vez, lutadores desafiam uns aos outros em duplas. Agora, ao pressionar um botão, os jogadores podem trocar entre seus dois personagens, cada um com vários atributos secretos que dependem de seu par, possibilitando combos de tag, arremessos e táticas diferentes. Mas assim que um personagem em qualquer equipe é derrotado, a partida termina. 

A versão de PlayStation implementou gráficos melhorados em relação à versão de fliperama e ainda mais modos. Em casa, os jogadores ganharam a habilidade de jogar no modo 1 contra 1 clássico, uma batalha de equipes com até oito partidas para decidir a vitória e a estreia do minijogo de boliche Tekken Bowl.

Tekken 4: Uma reintrodução dinâmica

Tekken 4 | Lançamento nos EUA: 2002 | PlayStation 2

Tekken retornou à série principal com Tekken 4, apresentando algumas das maiores mudanças à fórmula desde o começo. O jogo ficou mais sombrio que antes, revivendo Kazuya, que estava morto. Isso só foi possível com um motor gráfico melhorado que afetava dinamicamente a iluminação, as superfície e a física. E não dá para esquecer aquela trilha sonora sensacional.

Os jogadores de repente podiam se mover antes mesmo de uma partida começar, e o cenário ficou ainda mais importante. A introdução de estágios com paredes permitiu combos mais perigosos e longos. Isso levou à estreia de fugas pelos cantos para permitir recuperações.

Novamente, a versão de PlayStation incluiu Tekken Force e um novo Modo História com cenas cinematográficas.

Tekken 5: Movimento moderno

Tekken 5 | Lançamento nos EUA: 2005 | PlayStation 2

Enquanto Tekken 4 dava ênfase a ambientes variados, Tekken 5 acalmou um pouco as coisas. Terrenos irregulares foram removidos para tornar o movimento mais suave e rápido. Apesar de tudo, a contagem de personagens é outra história, com 32 personagens na lista de participantes inicial, incluindo a estreia do Devil Jin.

Este título também apresenta os movimentos “high crush” e “low crush” pelos quais o jogo é conhecido. Pela primeira vez, lutadores podem ser personalizados com diferentes trajes, cores e itens adicionais obtidos com a moeda do jogo.

O novo modo exclusivo para PlayStation é o Devil Within, uma nova interpretação de Tekken Force em que os jogadores controlam Jin enquanto ele viaja por estágios labirínticos com a habilidade de se tornar o Devil Jin.

Tekken 6: Levando a batalha ao online

Tekken 6 | Lançamento nos EUA: 2009 | PlayStation 3

Tekken 6 apresentou a série ao PlayStation 3, mantendo a maior parte dos elementos prévios da franquia e adicionando coisas como o sistema Rage. Isso permitia que os jogadores causassem mais dano conforme a vida deles diminuía. 

Dinâmicas de estágio também voltaram, permitindo que as paredes fossem derrubadas e abrindo níveis para mais ambientes. “Bound attacks” também foram adicionados, dando aos lutadores um novo movimento que derruba os inimigos no chão, fazendo-os quicar de volta para cima e os deixando vulneráveis a combos posteriores.

Mais uma vez, um modo de briga chamado Scenario Campaign era exclusivo das versões de console. A maior adição veio na forma de partidas online, possibilitando pela primeira vez experiências de batalhas a longa distância e de um Scenario Campaign cooperativo.

Tekken Tag Tournament 2: A volta ao tag

Tekken Tag Tournament 2 | Lançamento nos EUA: 2012 | PlayStation 3

Tekken seguiu o spin-off original com Tag Tournament 2, que mantém a maior parte das regras originais, mas com algumas atualizações. Agora era possível realizar combos de tag prolongados, bem como combos em que ambos os personagens atacam o adversário ao mesmo tempo, estes chamados de Tag Assaults, o que abriu espaço para novas estratégias.

Modos extras com partidas de 1 contra 1, 2 contra 2 ou 1 contra 2 e que permitiam que quatro jogadores diferentes controlassem cada lutador adicionaram mais variedade à mistura. A vida e poder dos personagens eram ajustados de acordo com o tipo de partida. Esta também foi a primeira vez em que Tekken adicionou mais ferramentas de aprendizado como um modo de tutorial, o Fight Lab. 

Tekken 7: Novas alturas

Tekken 7 | Lançamento nos EUA: 2017 | PlayStation 4

Tekken se mostrou presente no PlayStation 4 de um jeito grandioso. Novas mecânicas foram adicionadas para deixar a ofensiva mais perigosa do que nunca. 

Rage Arts trouxeram superataques cinematográficos ao mundo de Tekken. Power Crushes deram aos jogadores a habilidade de absorver um golpe de um ataque baixo ou alto, prosseguindo a ofensiva mesmo quando o oponente reagia. Rage Drives adicionaram mais decisões a serem tomadas, já que os jogadores podiam usar Rage para obter uma versão mais poderosa de um golpe específico.

A parte mais notável da história de Tekken 7 é a adição de vários lutadores convidados, incluindo Negan, de The Walking Dead; Noctis, de Final Fantasy XV; Geese Howard, da SNK, e Akuma, de Street Fighter.

Tekken 8: O futuro do punho de ferro

Tekken 8 | Lançamento nos EUA: 2024 | PlayStation 5

Agora estamos todos esperando por Tekken 8, o primeiro título da série a pular os fliperamas e ser lançado logo de cara em consoles PlayStation. O título começa onde Tekken 7 parou, com foco pesado na ofensiva. O novo Heat System dá aos lutadores acesso a dano constante, mais ataques, quebras de defesa e até movimentos canceláveis de arrancada. 

Junto dessas mudanças vem outra atualização ao motor gráfico com a implementação da Unreal Engine 5. Isso dá a Tekken 8 visual e física ainda mais dinâmicos do que os títulos passados.

Fonte: PlayStation Blog

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *