A Microsoft tomou uma atitude drástica após a aquisição da Activision Blizzard, afetando todos os estúdios pertencentes a divisão Xbox. Cerca de 1900 funcionários foram demitidos, incluindo grandes nomes como Mike Ybarra, atualmente presidente da Blizzard e Allen Adham, principal designer também na Blizzard. Afetando também jogos que estavam em produção e tiveram o projeto cancelado.

Phil Spencer, líder da Microsoft Gaming, explicou que as demissões fazem parte das estratégias para o futuro da marca, além de uma reestruturação de custos. Spencer ainda explicou que a decisão foi dolorosa, mas exaltou que todas as pessoas afetadas desempenharam um papel importante com a marca Xbox até aqui. Contribuindo de alguma forma para o desenvolvimento de grandes jogos, além da paixão por games.

Apesar da limpeza realizada pela Xbox, as demissões representam somente cerca de 8% de toda a estrutura. Vale lembrar que com a aquisição da Activision Blizzard, a Microsoft Gaming elevou o número para mais de 22 mil funcionários. Entretanto, toda a indústria dos games tem sofrido grandes baixas significativas e até mesmo estúdios sendo fechados pela Embracer Group. O caso mais recente foi o da Riot, com uma demissão em massa que representou cerca de 11% dos funcionários.

Acha que ocorrerá mais demissões em 2024? Comenta aí

Mais notícias:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *