Com uma ambientação tensa, arrepiante e vários mistérios a desvendar, Pacific Drive transporta os jogadores para a Zona de Exclusão Olímpica: uma enorme região dos EUA no noroeste pacífico. Local esse que tem ganhado bastante destaque nos games, assim como já vimos em Alan Wake. Com o lançamento programado para 22 de fevereiro de 2024 para PlayStation 5 e PC, tivemos a oportunidade de testar uma preview antecipadamente e trazer para vocês um pouco do que podem esperar do jogo.

Obs: A Preview foi jogada no PC através de código enviado pela Ironwood Studios.

Entendendo a Zona de Exclusão

Ainda ser sabermos ao certo como tudo aconteceu, ao sermos enviados para fazer a entrega de um pacote, somo sugados pela Zona de Exclusão. A zona deu se inícios nos anos 1990, quando uma catástrofe atingiu uma pequena cidade norte americana, gerando uma anomalia. Para impedir a expansão da anomalia, o governo construiu uma muralha ao redor da cidade, prendendo todos os moradores lá e ao mesmo tempo, impedindo que pessoas de fora invadissem. Porém, quando pessoas do lado de fora são puxadas para dentro, se transformam nos chamados “Remnants”.

Ao sermos puxados para dentro da anomalia, acabamos sozinho em uma estrada totalmente destruída e um carro velho abandonado será nosso parceiro para sobrevivermos. Além de criaturas terríveis e mistérios a explorar dentro da zona, precisamos encontrar uma maneira de sair do local infernal e ao mesmo tempo entender o que aconteceu ali. Porém, tudo isso de dentro do nosso carro, que a medida que exploramos, encontramos recursos para realizar upgrade e avançar ainda mais na nossa jornada.

Personalização do nosso carro

Apesar de, em um primeiro momento, parecer tudo muito complexo e confuso, Pacific Drive traz um tutorial bem completo como se literalmente pegasse em nossa mão e ensinasse item por item. Na parte da personalização e necessidade de cuidado com o carro, acaba remetendo muito ao jogo Mad Max. Temos a possibilidade de modificar capô, portas, laterais, pneus, instalar atualizações para levar mais itens, upgrades, poderes, além de personalizações internas da sua lata velha.

Para personalizar é claro, é necessário explorar e coletar recursos. Ao desbravarmos pelo mapa, alguns sobreviventes acabam nos guiando pelo rádio até as zonas seguras, onde toda a mágica com o carro acontece. Podemos criar itens, com ingredientes coletados na nossa travessia, além de criação de matérias que vão nos ajudar com as modificações, mas nada que duas ou três viagens não te faça acostumar com a mecânica do jogo.

Uma história envolvente

Mesmo que até aqui só tenhamos falado de coletar recursos, explorar e modificar o carro, Pacific Drive conta sim com missões principais e secundárias, além das expedições para coleta de recursos. Cada vez que saímos da zona segura, eventos podem acontecer de forma aleatória, desde tempestade radioativa seres sobrenaturais e um cenário angustiante, com carros abandonados, construções destruídas e locais que sabemos um dia ter sido uma civilização.

No final de cada missão ativamos um tipo de portal para retornar a zona segura, o que deixa as coisas mais alucinantes, já que se torna uma corrida contra o tempo. E será sempre importante manter atenção ao estado da bateria do carro, entre outros detalhes, para garantir o funcionamento, para que não te deixe na mão. Vale lembrar ainda que apesar da maior parte da gameplay ser no carro, temos liberdade para descer e ir a pé, usar ferramentas disponíveis, investigar locais e até escanear anomalias encontradas.

Pacific Drive ainda possui uma grande pitada de realismo, já que você precisa sempre girar a chave para ligar e desligar, puxar o freio quando for sair, caso contrário o carro sai descendo sozinho, precisar ligar os limpadores de parabrisa quando chove, os faróis quando está escuro, o que acaba se tornando uma verdadeira rotina durante seu gameplay. A trilha sonora ainda ficou a cargo de Wilbert Roget II, que esteve a frente de Call of Duty WWII e Mortal Kombat 11, com mais de 20 faixas licenciadas.

Pacific Drive vale a pena colocar no radar

Pacific Drive oferece uma aventura de sobrevivência com uma ótima mescla de terror, e que com certeza pode ser daquelas experiências marcantes para os jogadores, de forma bastante positiva. Para fãs de jogos independentes, a proposta do jogo com uma narrativa que se aprofunda a medida que exploramos, pode ser um ponto alto do jogo, além da ambientação e trilha sonora que deixam tudo mais atraente. Porém, um ponto de atenção é que a jornada pode acabar por se tornar repetitiva para alguns jogadores menos acostumados as mecânicas aqui apresentadas, então resta aguardar em seu lançamento se haverá novidades no suporte a conteúdo.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *