E se eu disser que houve uma parceria entre Pokémon e Sonic para criar uma espécie de Donkey Kong? Calma, parece confuso, mas isso é real.

Lançado em 2015, essa “união sinistra” nos trouxe um jogo bastante agradável e tranquilo de se finalizar, perfeito para quem busca jogar algo para terminar no mesmo dia. 

Sem mais delongas, vamos para o review.

Quem é o Elefante?

Tembo: The Badass Elephant é um jogo desenvolvido pela Game Freak (Pokémon) e publicado pela SEGA (Sonic), onde você controla um elefante militar que foi convocado a combater o grande vilão Phantom e seus capangas e salvar a cidade de Shell City.

As mecânicas lembram muito os jogos da trilogia Donkey Kong Country, onde corremos em linha reta até o final da fase. Podemos pular, dar impulso, atacar de rasteira, uppercut, jogar água para liberar plataformas e apagar fogo e ataque giratório.  

Levei em torno de 5 horas para finalizar o jogo, o que é um tempo muito bom levando em conta a proposta do jogo. 

Uma das coisas que me incomodou foi um vício que eu tenho desde dos jogos do Donkey Kong, que é de segurar o botão de correr a fase toda. O problema disso é que o comando para dar o ataque giratório, é pressionando o botão de correr, fazendo com que você sem querer use o ataque e caindo em vão.

O jogo contém 18 níveis, sendo 4 de batalhas com os chefes, que em sua grande maioria são bem tranquilos de serem derrotados. O segredo é sempre decorar o padrão e atacar no tempo certo. Pode demorar um pouco as vezes, mas dá para pegar o jeito tranquilamente.

Durante as fases podemos resgatar pessoas e eliminar inimigos, é bom sempre pegar o máximo possível, pois a pontuação interfere para progredir nas outras fases, caso você não tenha os pontos suficientes você não consegue avançar.

Conclusão

Para os amantes do gênero plataforma e quem sente saudades dos jogos do macaco de gravata da Nintendo, Tembo: The Badass Elephant é uma ótima escolha para você, ele irá te divertir, te desafiar e entreter bastante. O jogo está disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *