Review | The Valiant, prepare suas tropas para grandes batalhas

GamesReviews

Esta análise foi realizada com código fornecido pela THQ Nordic. Agradeço a confiança no trabalho.

Jogos de estratégia em tempo real são bem comuns no PC, onde conta com uma biblioteca extremamente vasta de opções, mas claro que nos consoles sempre desejamos boas experiências também.

Eis que surge The Valiant, lançado originalmente em outubro de 2022 para o PC, portado agora para os consoles. O jogo foi desenvolvido pela KITE Games e publicado pela THQ Nordic, com uma temática medieval, acompanhando a jornada de Theoderich von Akenburg, um ex-cavaleiro das Cruzadas que estava desiludido com a crueldade da guerra, mas volta a ação em busca de peças de um antigo artefato poderoso, com grande poder, que não poder cair em mãos erradas, chamado de Cajado de Aarão.

Em resumo, a história é bastante simples, com uma ambientação muito bem feita, apesar dos gráficos não serem o ponto forte do jogo. O jogo possui uma campanha relativamente curta, contando com 15 missões, onde você guia seu esquadrão em batalhas emocionantes, além de diferentes níveis de dificuldade.

Sobre o esquadrão, são mais de 5 opções, cada um com três árvores de habilidades diferentes, que possibilita os jogadores variadas melhorias ao subir de nível. Além de uma grande variação de armas e armaduras para saquear e equipar ao longo da nossa campanha, cada uma delas contando com seus próprios atributos e habilidades especiais.

O jogo ainda conta com modos competitivos, onde enfrentamos outros jogadores, ou caso opte, pode jogar modo cooperativo, onde enfrentamos hordas de inimigos com nossos amigos, ganhando experiência, subindo de nível e desbloquear habilidades novas, durante a jogatina. E aqui confesso que é muito divertido, reunir os amigos para batalhar incríveis.

Jogabilidade nos controles, é boa?

Aqui começam as dúvidas sobre valer o investimento. Bom, minha experiência nos controles foi terrível, senti que o jogo é muito melhor se jogado no PC ou pelo menos com teclado e mouse. Os comandos são extremamente simples, mas nada funcionais no controle, juntando a demora para efetuar um comando e dificuldade de navegação pelo cenário.

Infelizmente o jogo não faz nenhum uso das features do Dualsense, o que é uma pena, com o porte para os consoles, poderiam ter feito um trabalho melhor quanto as funções.

Ambientação bem trabalhada, mas…

Como citei anteriormente, a ambientação do jogo é muito bem feita, mas peca em sua variedade. Durante algumas missões, passamos por cenários que olhamos e pensamos “eu acabei de passar por aqui”, mas não, são locais distintos, o que começa deixar as coisas um tanto quanto repetitivas no meio do caminho.

Os gráficos são simples, não impressionam em nada, mas um ponto a se destacar é o desempenho, mesmo com inúmeros bots na tela, muita ação acontecendo, o jogo não apresenta quedas ou travamentos que atrapalhem a experiência. Mostrando assim que, o trabalho para realizar o port do jogo foi muito bem realizado.

Vale a pena jogar The Valiant?

Essa é uma pergunta que deixo a resposta para vocês, caros leitores, a chegarem em uma conclusão. O jogo oferece uma gameplay repetitiva, com uma campanha curta, onde ao terminar não lembramos absolutamente nada da narrativa ou dos personagens. O ponto forte fica por conta da experiência em cooperativo, onde se torna divertido, mas fica cansativo com a falta de variedade de conteúdo. The Valiant, é definitivamente um jogo que eu esperaria uma promoção com valor melhor, já que na PSN Store está custando R$ 124,50 que apesar de não ser um valor alto, não vale o pouco que o jogo tem a oferecer. Para quem tem interesse e pensa na aquisição, pode testar o jogo através da demo disponível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *