Uma das maiores vantagens em jogos de VR é a possibilidade de se poder fazer exercícios em casa apenas jogando, pensando nisso, os jogos com foco em ritmo são bem populares entre os entusiastas de realidade virtual. Pensando nisso, Beat the Beats trás uma proposta já conhecida neste universo, um jogo de boxe onde utilizamos o ritmo para desferir os golpes. Pensando nisso, será que o jogo tem o seu diferencial e seu próprio charme? Bom, saberemos isso agora nesta review.

Agradecimento a Parallel Circles por nos ter enviado uma cópia para realizar este review.

Gameplay suave e desafiadora

Assim que começamos a jogar, somos apresentados a um tutorial explicando o básico de como funciona a jogabilidade. Ela é bem tranquila, resumidamente, temos dois blocos para acertarmos, o bloco verde que usamos a mão esquerda, e os blocos rosas para a mão direita. Continuando o tutorial, somos introduzidos a uns obstáculos vermelhos, onde precisamos movimentar o nosso corpo para desviar, adicionando mais desafio na gameplay.

Quando desbloqueamos o tutorial avançado, somos apresentados a obstáculos indicados pela cor roxa, onde temos que nos defender deles para pontuar. Para se defender, basta esticar o braço na direção correta.

Em relação a dificuldade, conforme vamos avançando nas fases, o desafio vai ficando cada vez mais rápido e difícil, teve música que cheguei a ficar mais de 1 hora e simplesmente não consegui, e ainda por cima acabei saindo totalmente desgastado como se tivesse corrido uma maratona.

Modos de Jogo

Temos praticamente 3 modos de jogo disponíveis, que são: arcade, daily mix e reação rápida.

O modo arcade é como se fosse o modo campanha, nele temos 6 playlists com 5 músicas cada uma. Fora que temos o lado B onde repetimos as mesmas músicas com uma dificuldade maior, fazendo com que o jogo tenha um fator replay mais desafiante.

Já no modo daily mix temos uma sessão com o pedaço de 4 músicas disponíveis. Temos 5 chances para pontuar, e quem ao final do dia tiver a maior pontuação, ganha o desafio. Esta é a única interação com ranking online que temos.

O modo reação rápida é um modo que temos somente 5 músicas, onde temos o objetivo de acertar os blocos numa espécie de quadro, só que com a diferença de que cada bloco vai reduzindo o tempo enquanto estiver inteiro, quanto mais rápido acertamos, maior será a nossa pontuação. Este modo foi o que mais achei legal, porém a falta de mais músicas faz com que enjoe muito rápido deste modo, o que é uma pena.

Com relação as features do PlayStation VR 2, temos somente a vibração do headset quando desviamos dos obstáculos, e o mais legal disso é que por exemplo, quando você desvia pra direita, o obstáculo passa raspando pelo lado esquerdo, e você sente a vibração mais do lado esquerdo do headset, o que torna a experiência muito imersiva.

Conclusão

Para quem busca um jogo para queimar algumas calorias, Beat The Beats VR é um excelente jogo que vai te fazer ter uma rotina mais saudável apenas brincando alguns minutos por dia nele, pela primeira vez jogando VR que senti até minhas pernas serem trabalhadas junto num jogo em realidade virtual, ou seja, é um ótimo treinamento para se tornar fitness.

Outras reviews:

Diversão
9
Fator Replay
7
Jogabilidade
9.5
8.5

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *