Heading Out

Talvez todos nós já tenhamos tido aquele breve sentimento – não tão breve para alguns – de pegar a estrada, sem um destino definido. Ligar uma música alta, não se preocupar com nada e dirigir por horas, se aventurando em cidades desconhecidas.

Então, prepare-se, pois Heading Out é tudo isso. Entregando aquele desejo que, talvez, muitos de nós não vamos realizar um dia. Mas antes de mais nada, agradeço ao time da Saber Interactive e Serious Sim pelo envio de uma cópia da Steam para análise.

Pegando a estrada!

Lançado em 7 de maio deste ano de 2024, Heading Out mistura roguelite com uma aventura narrativa, mas em meio a corridas. Assumimos o controle do protagonista que leva o apelido de Jackalope, uma mistura de jackrabbit e antílope, um animal mítico. E, ao longo de quatro capítulos, vamos “desenhar” nossa jornada na estrada.

Cada capítulo se inicia com Jackalope em meio a um pesadelo, vendo sua própria morte na estrada. Ao acordar, sem saber o que está acontecendo, ele precisa fugir até a próxima cidade. Cada cidade é o nosso próximo destino na história, sendo necessário derrotar o melhor piloto do local antes de ser alcançado pelo Medo.

Ao acessar o mapa, temos a representação do Medo em vermelho nas estradas, se alastrando gradualmente. O processo é teoricamente simples: se o Medo chegar à próxima cidade antes de você, é fim de jogo. Porém, há alguns obstáculos no caminho, que podem ou não te atrasar.

Para fugir do Medo, podemos usar a alta velocidade, mas isso chamará a atenção da polícia, o que pode resultar em perseguições. Podemos escolher diferentes caminhos; entretanto, cada um terá recompensas e riscos, que devem ser avaliados pelo jogador.

Durante a jornada pela estrada, vamos nos deparar com corridas aleatórias, que vão de perseguições a eventos, onde o jogador deve tomar decisões morais por Jackalope. As decisões afetarão diretamente sua Fama e Reputação, mudando assim como a polícia, imprensa e até mesmo a população falam sobre você.

Os níveis de Fama e Reputação também liberam novas escolhas de diálogo, assim como a interação de personagens com Jackalope, alterando completamente como cada um reage às suas decisões e como elas impactam no desenvolvimento da história.

Jogabilidade arcade bem divertida

Apesar de Heading Out, claro, não ser um jogo totalmente focado em corridas, ainda assim, apresenta uma jogabilidade arcade bem construída e divertida de se jogar. É possível, até mesmo, alternar entre câmeras: distante, próxima ou cockpit.

Nas corridas, a sensação de velocidade é bem representada, mesmo em perseguições ou eventos normais. E, diferente de outros jogos que são voltas ou distância para concluir a corrida, aqui é seguindo a batida da música. Quando a música acaba, automaticamente a corrida ou evento acaba.

Porém, o jogo apresenta uma dificuldade muito abaixo do esperado. A inteligência artificial é muito fraca, cometendo diversos erros, o que torna muito fácil superar os oponentes, mesmo sendo um jogador inexperiente ao controlar veículos. O real desafio é sobreviver aos erros da IA, se manter na pista e evitar colisões inesperadas.

Visuais ao estilo HQs

Heading Out traz visuais bem peculiares, por assim dizer. O título aposta em uma estética preto e branco, remetendo a história em quadrinhos, mas ao mesmo tempo mescla realismo, principalmente no design dos veículos. Apesar da paleta de cores preto e branca, há alguns detalhes coloridos, como placas de sinalização na estrada e tonalidades vermelhas das lanternas dos veículos. Uma combinação que, particularmente, é muito prazerosa aos olhos.

Quanto à trilha sonora, é outro ponto a se elogiar. Heading Out possui batidas frenéticas no momento certo, mas também relaxantes quando necessário. Ainda mais pelo fato da trilha sonora ser integrada à jogabilidade e progressão das corridas. A interação do locutor da rádio também é muito boa, de acordo com os acontecimentos na sua jornada, à medida que sua fama cresce.

Heading Out vale seu tempo!

Apesar dos problemas apresentados aqui sobre a inteligência artificial dos oponentes ser ruim, afetando diretamente a experiência com a dificuldade que o jogo apresenta, Heading Out tem mais pontos positivos que negativos. Em resumo, o jogo oferece uma ótima trilha sonora, com a batida do gameplay, além dos visuais ao estilo de história em quadrinhos e uma narrativa com escolhas que se torna interessante. E claro, para a felicidade dos jogadores, o jogo se encontra na Steam custando apenas R$ 67,90.

Outras reviews:

História
7.7
Gráficos
8.3
Desempenho
8.9
Trilha Sonora
8.7
Jogabilidade
8.6
Diversão
7.5
8.3

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *