Imagem de divulgação de XDefiant

Existem alguns modelos de jogos que só de escutarmos sobre eles, já ficamos com um pé atrás, isso se deve ao fato de que são jogos saturados no mercado. Neste caso é complicado para que algo novo se concretize em meio à tantas opções. Falando especificamente de “Shooters de Arena”, existem alguns que tentaram se consolidar, mas falharam, como é o caso de “The Finals” (Embark Studios) e existem aqueles já sólidos neste estilo, como “Valorant” (Riot Games) e “Call of Duty” (Activision).

Nesta perspectiva, XDefiant (Ubisoft) teve seu lançamento no dia 21 de maio de 2024, para as plataformas: Playstation 5, Xbox S/X e PC. Ressalto que já foram confirmadas versões para Playstation 4 e Xbox One, mas sem uma data definida. Surgindo como uma alternativa gratuita, divertida e simples de se jogar, mas será que isso é suficiente para o jogo alcançar o seu lugar ao sol?! Leia minha review e tire suas conclusões.

Esta análise é toda baseada na versão de Playstation 5 do jogo.

O que é XDefiant?

Segundo sua sinopse oficial, XDefiant é um jogo de atirador de arena em primeira pessoa gratuito onde você compete para ser o melhor em partidas on-line de ritmo rápido. Ele almeja capturar toda a magia dos shooters em primeira pessoa, trazendo um estilo mais arcade e casual, mas com o frescor dos modelos de “shooter hero” mais atuais. Tarefa díficil, pois existem outros tantos jogos dominantes, mas XDefiant tem um coringa na mão: a união de suas principais franquias em um único universo.

Possui uma jogabilidade cheia de ação e dinamismo, se assemelhando com Overwatch e, até mesmo o Counter Strike. A sensação de tiro, o Gunplay, é divertidissímo, não perdendo em nada para outros jogos do gênero. O título conta com modos de jogos bem conhecidos, classes/facções que possuem habilidade próprias e únicas, vários tipos de mapas. XDefiant possui um potencial gigante de crescimento, principalmente se a Ubisoft continuar expandindo e melhorando a experiência após seu lançamento.

O título conta com uma jogabilidade mais cadenciada do que em outros jogos, ou seja, não há pulo duplo, corrida nas paredes, as movimentaçõs verticais só acontecem em locais específicos do mapa, mas ainda assim, o combate flui muito bem e consegue ser balanceado, com partidas disputadas e acirradas no placar, mantendo um bom equilíbrio entre as capacidades de cada personagem e a proposta de cada um. É simples de se jogar, é divertido e ainda por cima, gratuito.

Variedade Interessante

A Ubisoft dispõe de franquias próprias muito relevantes na indústria, tais como: The Division, Far Cry, Watch Dogs, entre outras. Então, nada melhor do que colocá-las todas em um só mundo, batalhando entre si, em cenários baseados nestas obras. É isso que XDefiant traz para os jogadores e isso possui um grande chamativo para os usuários finais e amantes da publisher.

Facções e suas especialidades.

O título reune 5 facções iniciais, cada uma delas contém 3 personagens, sendo um deles disponível e os outros liberados realizando missões dentro das partidas. Cada uma das classes possui 2 habilidades específicas. Elas recarregam com o tempo, e uma habilidade especial, chamada de Ultra, se carrega com abates, assistências e ao completar objetivos na partida.

  • Cremadores: são especialistas em causar dano, eles carregam munições incendiárias além de equipamentos como um drone que espalha napalm e um lança-chamas à moda antiga. São especialistas em negação de área. Fazem parte da franquia The Division.
  • Phamtons ou Fantasmas: difíceis de eliminar e se especializam no controle do campo de batalha, usando uma variedade de escudos pessoais ou distribuídos para defender locais ou preparar uma investida frontal. Fazem parte da franquia Ghost Recon.
  • Libertad: médicos especialistas, graças às terapias BioVida que adaptaram para o uso no campo de batalha. Fazem parte da franquia Far Cry.
  • Escalão: invisíveis no minimapa e usam suas habilidades para surpreender e confundir seus inimigos. Além disso, agentes do Escalão podem revelar a localização de combatentes inimigos, o que dá uma enorme vantagem tática aos seus aliados. Fazem parte da franquia Splinter Cell.
  • Deadsec: Esses especialistas em tecnologia podem interferir na interface dos inimigos, tomar o controle de itens utilizáveis como escudos, torretas e drones e soltar Robôs-aranha que caçam a equipe inimiga. Fazem parte da franquia Watch Dogs.

Armas e Equipamentos

Na questão dos armamentos, é possível criar 10 tipos de conjuntos personalizados, escolhendo entre armas principais, como Fuzil de Assalto, Submetralhadoras, Fuzil de Precisão, etc; Armas Secundárias e, até o momento, são somente pistolas (M19, Magnum, etc) e alguns tipos de granadas. Não tem nada de novo neste quesito, todas as armas já são vistas em muitos outros jogos.

Grande parte das armas não estão liberadas no ínicio, é preciso realizar desafios específicos, como tiros à distância, mortes à queima-roupa, etc. Para assim, subir de níveis e liberar novos tipos de armas. Neste quesito, XDefiant possui um grande problema, o processo de evolução do armamento é muito demorado, mesmo que o jogador tenha um ótimo desempenho na partida, algo que pode frustrar um pouco alguns jogadores. Creio que irão corrigir isso em atualizações futuras, pois é algo que pode afastar usuários mais casuais.

Mapas de Modos de Jogo.

Em relação aos Mapas e Modos de Jogo, o título possui Mapas de Arena, focados nos combates intensos e dinâmicos e neles estão os modos Dominação, Ocupação e Especialistas. Aqui XDefiant também brilha com cenários de jogos famosos, exemplo o mapa Pueblito, que traz toda a ambientação de Far Cry 6. Já Dumbo nos leva de volta para as ruas abertas do Brooklin na franquia The Division. São 10 mapas ao todo.

Ainda nesta perspectiva, XDefiant contém os Mapas Lineares, estes trazem a energia do famoso Shipment, mapa icônico da franquia Call of Duty. Neles são jogados os modos Escolta e Controle de Área, onde você vai em busca de um objetivo conforme avança em direção a um destino enquanto os adversários tentam impedir você. Aqui as batalhas acontecem em Zoológico, na Times Square, etc. Ao todo, são 4 mapas neste estilo.

Obs: XDefiant possui um modo ranqueado, o Ranked, mas, até o momento dessa análise, ele só estava disponível como Teste.

Um dos 14 mapas de XDefiant.
Mayday, um dos mapas mais intensos do jogo. (Divulgação / Imagem: Playstation Store)

A sensação de estar em um cenário de uma franquia amada, como Far Cry, no meu caso, é surreal. As partidas nas ruas de Nova Iorque, cenário de The Division, causam uma boa nostalgia. A crítica aqui vai para os poucos modos de jogos, pelo menos no lançamento, faltou um Plant a Bomb, modo em que o time deve plantar a bomba enquanto o outro tenta desarmar. A produtora deve acrescentar novos modos posteriormente, até porque, o título precisa criar e manter uma base consolidada de jogadores.

Passe de Batalha e Progressão: dois aspectos problemáticos.

O passe de batalha, ou Season Pass, possui duas linhas: a linha gratuita e a linha paga. E nenhuma das duas é atraente para o jogador. São 50 escalões com recompensas nada atrativas, visuais e cosméticos que não incentivam a compra. Dessa maneira, dificilmente alguém vai abrir a carteira e adquirir o passe de temporada. Ubisoft precisa melhorar bastante neste aspecto. Além disso, pra evoluir de escalão é uma “eternidade”, algo muito demorado, precisam ajustar isso também. O valor do passe é de, mais ou menos, R$ 50,00.

Na progressão das armas, ao upar as mesmas, é liberado novas opções de acoplamentos, como coronha, lentes, etc. Servem para melhorar recuo, tempo de mira e vários outros aspectos. Cada arma possui 100 níveis, um número já bem elevado, como se já não bastasse isso, XDefiant conta com somente 3 camuflagens para o armamento: Bronze, Prata e Ouro. Uma obtida no nível 50, outra no 75 e outra no 100. Algo que também não estimula aqueles jogadoress que gostam de “grindar” ou seja, liberar skins, adesivos, etc.

Atributos Técnicos de XDefiant

O título gratuito da Ubisoft possui gráficos bem interessantes, mostrando o bom trabalho da produtora neste aspecto. O som é muito bom, tanto nos tiros, explosões, quanto nos passos dos inimigos, com um fone de ouvido, vai ser difícil alguém te matar despercebido. Fora o som do Headshot, uma maravilha.

Particularmente, não tive problemas com o Matchmaking, sempre achei partidas rapidamente e bem balanceadas. A latência da conexão também foi um ponto positivo, ficando entre 50 e 60 ms de ping. Algo que eu nunca consegui em Warzone, por exemplo.

Com relação ao bugs, o jogo fechou sozinho uma vez, personagens sem armas na mão na cena final após a partida e o jogo retornou à tela inicial por 3 vezes, segundos antes da partida começar e a tela de loading demora bem mais do que o normal. Mas, nada que atrapalhasse minha experiência.

XDefiant, vale a pena?!

Com toda certeza, vale muito a pena. Me diverti muito com o título, a empresa tomou várias decisões corretas aqui. Fluído, equilibrado e gratuito. Envolvendo o jogador em uma mistura de franquias famosas com uma gameplay frenética e empolgante. O jogo tá tendo uma ótima recepção do público, perto de registrar 8 milhões de jogadores. Algo que vai estimular a produtora a continuar dando suporte à obra, trazendo contéudos adicionais e passes de batalha bem mais interessantes do que esse. Faltam vários ajustes, como em todo título deste estilo, afinal é a partir da opinião dos usuários que eles vão encaixando as peças desse quebra-cabeça.

O futuro do jogo é muito promissor, vazaram até imagens de armas com temáticas dos Rabbids. A gigante francesa está com a faca e o queijo na mão. Imagino o Vaas jogável muito em breve.

Essa foi a minha experiência com o título, joguei por várias horas, em todos os modos (até no teste do modo ranqueado eu joguei) e em todos os mapas. Mas, como eu sempre falo, baixe, jogue, sinta XDefiant com a mão no controle, ou teclado, e tire suas próprias conclusões.

Outras reviews:

Jogabilidade
9.5
Visuais
8.5
Som
8.5
Progressão e Economia
7
Desempenho
9
8.5

7 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *